fbpx

Preparação para Candidatos Eleições 2020 – Direito Eleitoral e Marketing

Brasília - DF

O ponto de partida de todo o detentor de mandato que busca a reeleição, candidato e suas equipes é conhecer as normas eleitorais que se aplicam das etapas de pré-campanha à campanha eleitoral. É necessário seguir as regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para evitar situações como cassação da candidatura e perda de mandato.

Outra atenção necessária é o conhecimento pleno da legislação eleitoral de 2020. As próximas eleições para prefeito e vereador terão novas normas. Uma delas é o fim das coligações, o quetem reflexo direto no sistema proporcional. Também há alterações no Fundo de Financiamento de Campanha Eleitoral, redução do limite de gastos individuais…

Os reflexos da legislação eleitoral alcançam as ações digitais. Aqui, além do conhecimento das diretrizes legais, os candidatos e suas equipes devem se preparar para desenvolver ações bem planejadas, já que uma eleição ou reeleição pode ser perdida ou ganha por mínimos detalhes.

O fato é que, hoje, os eleitores dos 5.570 municípios brasileiros estão ainda mais conectados aos ambientes virtuais como Facebook, Youtube, WhatsApp e Instagram, entre outros. O desafio das equipes de marketing e comunicação é alinhar os mundos físico e virtual, criando maior visibilidade e conexão do candidato com o eleitor.

Diante da relevância das eleições municipais de 2020, o Escritório de Aceleração de Projetos (EAP 54) estruturou um curso especial voltado a preparação de candidatos nas eleições 2020. Com ênfase no Direito Eleitoral e Marketing, as atividades serão conduzidas por especialistas na área, com profundo conhecimento de legislação e estratégias para o desenvolvimento de campanhas eleitorais.

CURSO: PREPARAÇÃO PARA CANDIDATOS ELEIÇÕES 2020 – DIREITO ELEITORAL E MARKETING

Resumo

Curso especial de capacitação e preparação para as eleições municipais de 2020, com ênfase no direito eleitoral e marketing.

Objetivos

– Capacitar sobre as novas normas eleitorais e resoluções do Tribunal Superior Eleitoral e uso da internet e de redes
sociais;

– Apresentar roteiro de construção e execução de Plano de Marketing Digital Eleitoral;

– Capacitar equipes de marketing e comunicação e equipes jurídicas de campanha;

– Difundir práticas de posicionamento, influência, engajamento, monitoramento e ações relâmpago;

– Demonstrar que o Marketing e o Direito Eleitoral estão intrinsicamente ligados;

– Desenvolver medidas contra crises, ataques e ações de adversários e pessoas mal intencionadas; e

– Entender a legislação (TSE) sobre propaganda na internet (técnicas e dicas para fazer publicidade online paga).

Público

– Candidatos aos cargos de vereador e prefeito;

– Coordenadores, administradores e chefes de campanha;

– Assessores parlamentares;

– Militância e pessoas interessadas em política;

– Equipe de marketing e comunicação;

– Pessoas interessadas em aprofundar seus conhecimentos em marketing e comunicação digital; e

– Advogados eleitorais.

Metodologia

Expositiva. Para estimular a reflexão, a interação e a internalização do conhecimento, os capacitadores promoverão estudos de caso e buscarão conhecer a realidade da rotina de cada participante.

Carga horária

20 horas, sendo:

Direito Eleitoral – 12 horas

Marketing Eleitoral – 8 horas

Obs.: Curso realizado em dois dias e meio, com atividades das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Data

12, 13 e 14 de março de 2020

Local

Auditório da Associação Brasileira de Municípios (ABM), SAUS, Quadra 5, Bloco F, Brasília (DF).

Capacitadores

FLÁVIO AURÉLIO NOGUEIRA JÚNIOR

Diretor de Relações do Instituto de Direito Partidário e Político (PLURIS) e membro do Instituto de Direito Eleitoral Brasileiro (IBRADE). Diretor Técnico da Fundação Primeiro de Maio. Mestre em Direito e Políticas Públicas pelo UNICEUB, com pós-graduação em Direito e Jurisdição pela Escola da Magistratura do Distrito Federal
(2013) e em Direito Processual pela Universidade Estadual do Piauí (2005). Assessor Técnico da Câmara de Deputados, é cofundador do Inovação Política, Marketing e Editora da Academia de Vereadores.

ANDERSON ALVES

Especialista em Marketing Digital. Apresentador do Canal Marketing Digital Eleitoral. Cofundador do Inovação Política, Marketing e Editora da Academia de Vereadores, um dos maiores cursos de capacitação de vereadores. Criador do Método Funil de Votos e L2C. É empreendedor, professor, consultor, coach e palestrante de Marketing e Comunicação Digital. Estudou: Gestão Avançada de Empresas na Universitat Autònoma de Barcelona – UAB. Bacharel em Design de Interfaces com Pós-Graduadção em Direito Penal,MBA Internacional em Marketing, Especialista em Comunicação e Marketing Digital pela ESPM. Coach em Auto Liderança (Condor Blanco), tem Certificado Internacional em Inteligência Emocional (Abreu Coaching Institute) e de Coaching, Mentoring e Holomentoring ISOR. Já assessorou partidos, candidatos, vereadores, prefeitos, deputados e senadores em campanhas eleitorais e mandato político.

Programa do curso

I – Direito Eleitoral (12 horas)

I.I – O que é preciso para ser um candidato?

– O início das eleições municipais; e

– Compreendendo o sistema eleitoral e o voto proporcional brasileiro.

I.II – Calendário Eleitoral

– Cronograma completo das datas e prazos essenciais até eleição – candidatos; e

– Cronograma completo das datas e prazos essenciais até eleição – dirigentes e juristas.

I.III – Propaganda

– A propaganda partidária;

– A propaganda intrapartidária;

– A propaganda eleitoral; e

– A propaganda antecipada.

I.IV – Pré-campanha – Eleitores

– O que é permitido na pré-campanha;

– O que os eleitores não podem fazer na pré-campanha: redes sociais e internet, reuniões e pedidos de votos;

– Nas redes sociais e na internet;

– Pedido de votos e reuniões; e

– Exemplos – Julgados do TSE.

I.V – Inelegibilidade constitucionais e Infraconstitucionais – Lei Complementar 94

– Os inalistáveis e os analfabetos;

Infringência do disposto nos incisos I e II do art. 55 da Constituição Federal, dos dispositivos equivalentes sobre perda de mandato das Constituições Estaduais e Leis Orgânicas dos Municípios e do Distrito Federal;

– Perda dos cargos eletivos por infringência a dispositivo da Constituição Estadual, da Lei Orgânica do Distrito Federal ou da Lei Orgânica do Município;

– Representação eleitoral em processo de apuração de abuso do poder econômico ou político;

– Os que forem condenados por crimes;

– Os indignos do oficialato;

– Contas rejeitadas por irregularidade;

– Condenados por abuso do poder econômico ou político;

– Processo de liquidação judicial ou extrajudicial de instituições de crédito;

– Condenados por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio,por doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos;

– Renuncia dos mandatos para se afastar de impeachment;

– Condenação ação de improbidade administrativa;

– Decisão sancionatória de órgão profissional;

– Os condenados, fraude vínculo conjugal ou de união estável;

– Demissão processo administrativo ou judicial;

– Doações eleitorais tidas por ilegais; e

– Os magistrados e os membros do Ministério Público que sofreram sanções.

I.VI – Condições de Elegibilidade.

I.VII – Condições de Elegibilidade/Condutas Vedadas

I.VIII – Propaganda Institucional

– Exemplos, o que não se deve fazer: Jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral.

I.IX Desincompatibilização

I.X – Abuso de poder

– Abuso de poder dos meios de comunicação;

– Abuso de poder político;

– Abuso de poder econômico;

– Existem outros tipos de Abuso de poder?;

– Abuso de poder cultural; e

– Abuso de poder religioso.

I.XI – Cálculo político: Como entender o quociente eleitoral e montar uma chapa vencedora

– Quociente Eleitoral;

– Quociente partidário;

– Fim das coligações;

– Cláusula de desempenho individual do Candidato – 10%;

– Cláusula de desempenho dos partidos, gatilho para o voto majoritário do Art. 111 do CE; e

– Como construir uma tabela (aula ao vivo para discutir programa).

I.XII – Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral – Principais mudanças

I.XIII – Arrecadação e gastos de recursos e prestação de constas nas eleições

I.XIV – Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC)

I.XV – Propaganda Eleitoral, Horário Gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral

I.XVI – Escolha e registro de candidatos

I.XVII – Representações, reclamações e pedidos de resposta previstos na Lei nº 9.504/1997

II – Marketing Eleitoral (8 horas)

II.I – Diagnóstico – O jeito certo de começar

– Estratégia, estrutura e pessoas (organizando a campanha de marketing digital);

– Condições importantes para uma ação de sucesso (regras básicas para uma campanha vitoriosa);

– Análise dos pontos fortes e fracos e das oportunidades e ameaças (SWOT);

– Definição da Imagem política;

– Definição da equipe – quem escolher, quais competências e custos; e

– Legislação – Propaganda eleitoral na internet (TSE).

II.II – Plano de Ação de Marketing Digital Eleitoral

– Só é gerenciado aquilo que se mede;

– Como fazer e monitorar o plano de ação da campanha na internet;

– Como criar e monitorar as rotinas diárias; e

– Sistema de gerenciamento de campanha – A ferramenta Mais Importante!.

II.III – Google e Suas Ferramentas

– Seu candidato em 1º lugar nas pesquisas do Google;

– Princípios básicos (ferramenta de pesquisa);

– Google Instant/Suggest;

– Google Trends;

– Google Alertas – monitorando os concorrentes;

– Google AdWords – Links Patrocinados, Rede Display, Remarketing, Youtube; e

– (Sim! É possível fazer publicidade paga antes da campanha e conseguir milhares de conexões).

II.IV – Marketing de Conteúdo;

– O segredo da vitória por trás da informação;

– Arquitetura de Informação;

– Criação de conteúdo (texto, imagens, vídeos, áudios);

– Links internos e externos (back links);

– Google Analytics – mensurando os dados do site;

– Diretrizes do Google para indexação de sites e blogs; e

– Reputação digital – candidato e colaboradores (criando uma imagem influente online).

>II.V – E-mail marketing – Segredos para criar uma base sólida de contatos

– Segmentação (público alvo);

– Mensagem – técnicas de comunicação; e

– Ferramentas de envio e mensuração.

II.VI – Marketing Eleitoral nas Redes Sociais

– Como criar perfis relevantes e influente;

– Facebook (como CONVERTER fãs em votos);

– Criação de perfis e fanpages (candidato e colaboradores);

– Manual de boas práticas;

– Criação de conteúdo (texto, imagem, vídeo, áudio);

– Técnicas de influência e engajamento;

– Facebook ADS (o jeito certo de fazer publicidade); e

– Técnicas de mensuração e monitoramento.

II.VII – Youtube (economize dinheiro com propagandas de TV)

– Como montar um canal de TV online com o Youtube;

– Manual de boas práticas;

– Como divulgar os vídeos (técnicas de viralização); e

– Técnicas de mensuração e monitoramento.

II.VIII – WhatsApp

– Como usar grupos de maneira produtiva;

– Como criar listas de transmissão com público segmentado; e

– O segredo da conexão para manter os eleitores ativos até o dia da votação.

II.IX – Outras Redes Sociais (aumente a exposição do candidato)

– Plataformas de imagem, vídeo e áudio.

II.X – Rotina Diária – Gerenciando a equipe e os resultados

– Organização da equipe de trabalho;

– Definições de tarefas diárias;

– Monitoramento; e

– Relatórios de progresso (resultados esperados).

II.XI – II.XI Apresentação do Sistema de Gerenciamento de Campanha

Vagas

Limitadas

Obs.: No mínimo 10 participantes para a realização do curso.

Investimento*

Associado da ABM: 20% de desconto

Não associado da ABM: R$ 3.750,00 (em até 3 x cartão de crédito)

À vista: débito ou boleto R$ 3.600,00

Obs.: A inscrição será validada após recebimento do comprovante de pagamento com identificação do participante.

* Incluindo almoço e coffee break.

Serviços

Coffee break

Almoço

Material didático

Declaração de comparecimento

Certificado de Conclusão

Atendimento pós-curso

Informações

WhatsApp: (61) 99664-5454

E-mail: falecom@eap54.com.br / eap54projetos@gmail.com/cursos@abm.org.br

Telefone: (61) 3043-9900

Local